Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Mediterranea | November 16, 2018

Scroll to top

Top

No Commenti

Arisu, uma artista indipendente - Mediterranea

Gianmarco Murru
Epicurismo

Epicurismo

Qual é o significado do nickname arisu?

Arisu não é bem um nickname, como eu uso pode-se dizer que sim, mas é o nome artístico que escolhi para me representar, porque acho que certa forma me representa bastante bem. O nome Arisu deriva do japonês e significa Alice, a primeira vez que ouvi este nome foi na série japonesa de anime Serial eXperiments Lain, mas não adoptei o nome como nome artístico por causa da personagem Arisu desta série, mas sim por significar Alice e hoje em dia Alice é como se fosse uma ligação directa para o mundo das maravilhas, aquele mundo imaginário que todos desejamos de certa forma mas que não podemos ter.

Quantos anos tens? Quais são os teus estudos?

Tenho 19 anos, em Junho vou fazer 20. Só completei até ao 12º, quero ingressar para a universidade para tentar ganhar mais alguns conhecimentos, eu fiz o secundário numa escola profissional, escolhi o curso de multimédia (EPMS.pt), eu segui praticamente os passos do meu irmão, ele na altura em que eu estava a terminar o ciclo, ele estava a terminar o secundário e disse que eu devia de fazer o curso que ele fez porque tinha a ver comigo e q eu ia gostar mais, eu pensei em informática ou comunicação, mas informática seria muita programção (coisa que não aprecio muito) e comunicação seria basicamente comunicar com pessoas e não é o meu forte. Eu sempre quis ingressar em algo em que eu pudesse criar arte mas que tivesse algum ponto relacionado com computadores e digital porque sempre gostei bastante dessa área e desde pequena que começei a jogar com consolas e depois mais tarde em computador.

A quanto tempo começaste a criar as tuas obras? Digamos que obras digitais começei com 14, mas desde muito pequena que desenhava mas cheguei a uma altura da minha vida que desisti por falta de motivação e porque achava que não conseguia criar coisas vindas de mim, porque o que eu fazia basicamente nessa altura era copiar a olho obras de outras pessoas, agora acho que devia ter continuado e quero aprender mais sobre pintura tradicional e desenho porque acho que seria muito mais fácil (de certa forma) para mim criar através da pintura ao invés da manipulação digital. Aos 14 começei basicamente por causa do meu irmão por causa de ele me incentivar para eu ingressar no curso de multimédia que ele fez, então ele mostrou algumas coisas básicas do Photoshop mas maior parte eu aprendi sozinha, porque ele recusava-se a ajudar-me mais por falta de paciência e porque sabia que eu conseguia descobrir por mim própria. 😛

Quais são as tuas ideias sobre o trabalho do artista?

Isto sempre foi o que eu quis fazer, mas acho que eventualmente eu vou precisar sempre que trabalhar na minha área (multimédia) porque hoje em dia pelo menos para mim como artista digital (se calhar só daqui a alguns anos) não rende muito, a não que seja já uma pessoa que seja bastante conhecida etc etc. Acho que hoje em dia já não é como no século 20 ou noutros anteriores em que os artistas podiam viver apenas de fazer pinturas ou murais, etc. Hoje em dia de certa forma acho que as pessoas já não valorizam tanto a arte, a pintura tradicional acho que sim, que de certo modo ainda sim mas a arte digital não me parece que esteja muito em voga, pelo menos no meu país e por aquilo que tenho visto. Acho que só daqui a alguns anos é que vai começar a estar em voga, agora em outros países já está e acho que cada vez mais as pessoas estão a ganhar um grande interesse na arte digital, mas é claro, acho que a pintura tradicional nunca vai deixar de ter aquele valor único que sempre teve.

Que técnica amas usar para os teus desenhos? Faz tudo a mão?

Todas as minhas obras sao criadas digitalmente, mas primeiro de tudo quando tenho uma ideia faço um sketch no papel ou vários sketches (vai dependendo de obra pra obra), depois de já ter uma ideia de como vou fazer mais ou menos tudo, faço uma sessão fotográfica, quando tenho a pose perfeita depois começo a trabalhar nela no Photoshop, algumas vezes uso pintura digital nas minhas fotos, por exemplo para pintar cabelos, ou outras coisas importantes para a imagem para a imagem ficar melhor, ultimamente faço vectores para as imagens, principalmente quando preciso duma tatuagem. Também já usei elementos 3d.

Quais são os géneros de pessoas que podem gostar das tuas obras?

Esta pergunta é tricky (lol), eu não sei bem normalmente que tipo de pessoas gostam das minhas obras, algumas sim mas essas são amigas minhas ou conhecidos, mas acho que de certa forma, acho que seria mais um público mais velho, por exemplo de 20+, também podem ser pessoas mais novas mas seriam pessoas maduras e com outra mentalidade. De certa forma acho que as pessoas que gostam do que faço devem gostar daquele lado “escuro” do ser humano, mas também tenho obras que são felizes com mais paz e que o público em geral gosta, como por exemplo pessoas que são simples e que já não têm esse fascinio pelo lado “escuro” do ser humano.

Onde podem ver-se as tuas obras?

Pode-se ver apenas no GFXartist.com, Slide.com e Myspace.com (existem outras comunidades onde estou). Em breve eu vou ter o meu site online e depois aí já se pode ver à vontade todas as obras que fiz e obras que nunca cheguei a publicar. – www.luminoire.net

Trabalhas sozinha ou com alguém?

Eu trabalho sozinha, mas no inicio, quando tinha 16 anos, algumas imagens que fiz as fotografias foram tiradas pela minha cunhada (a mulher do meu irmão), ela é fotografa, já há algum tempo que parou mas ela é uma boa fotografa e gostei bastante de trabalhar com ela. Também já trabalhei com outras pessoas, existe uma imagem (é uma serie que ainda estou a conceber) em que pedi a um artista 3d (Fredy Wenzel) que me criasse uma bola de metal com picos. Também concebi imagens para Justin Lassen (do qual não fui eu que o fotografei, apenas criei o trabalho de manipulação com ele num sitio irreal), de momento alguns amigos meus artistas também têm-me usado como modelo para o trabalho deles mas o trabalho e’ inteiramente deles ou seja ideia/concepção eu apenas me limito a poder ser uma ajuda para eles em termos de modelo Trabalhos mesmo a sério com outra pessoa em que seja uma concepção em conjunto acho que só fiz isso durante o secundário em que trabalhei com vários colegas e isso pode-se ver pelo prémio único que ganhamos em itália no festival do FOOD4U.

O meio internet é preciso para o teu trabalho, para vender ou ganhar qualquer coisa?

Eu acho que é necessário, se eu sou conhecida de certo modo “mundialmente” (não tão conhecida como certos artistas claro mas no general por pessoas de vários países.) deriva-se à internet, assim como algumas pessoas só me encontram através da internet, ainda não tive uma opurtunidade de fazer uma exposição numa galeria na minha cidade e noutras, mas as duas exposições que fiz tiveram uma boa recepção e muito provavelmente quando eu fizer uma que dure mais tempo algumas pessoas da minha cidade já reconhecem porque já viram antes. A internet ajuda bastante, para contactos com revistas, galerias e para eventualmente se poder vender mundialmente ou ter um sistema de impressão através de alguma companhia.

Quanto tempo ficas sozinha para trabalhar?

Às vezes fico uma tarde toda, outra fico a noite toda, ou então vou sair com os meus amigos e quando volto para casa começo a trabalhar ou continuo a trabalhar. Eu trabalho maior parte durante a noite, porque é quando me sinto mais energética, mais “solta” e mais livre, acho que já é aquela cena do bichinho da noite.

O teu ser portuguesa: artista, mulher que trabalha naquela parte do mundo. Quem achas que é semelhante: un ingles, un alemao ou um italiano ou un algerino? sinte-te pertu da cultura mediterranea, sobretudo na tua arte?

Eu acho que me sinto mais portuguesa quando trabalho com um português ou quando à algo que traga orgulho aos portugueses, como por exemplo aquele prémio que eu e os meus colegas ganhamos em Itália, isso fez-me sentir orgulhosa e portuguesa. Em termos de arte acho que me sinto mais “mediterranea” quando vejo trabalhos de séculos antigos ou de alguns artistas como Dalí, ele era Espanhol, e isso dá traz sempre calor, assim como um amigo meu artista que também é Espanhol, os trabalhos dele também me fazem sentir um pouco isso e calor. Acho que se pode dizer semelhante… se calhar apenas Italianos e Espanhóis, acho os alemães e outras pessoas de outros países muito frias (por aquilo que experienciei.)

Qual é a tua epoca artistica preferida? Existe alguém que admiras mais que outros na arte antiga e naquela contemporanea?

Eu tenho muitos favoritos, neste momento acho que estou muito virada para a arte asiática, o eroguro mas ao mesmo tempo estou virada para o renascimento e gótico. Existem alturas em que fico obcecada com um certo estilo e sou capaz de criar algumas imagens só relacionadas com esse estilo mas depois fico obcecada com outra coisa qualquer e faço imagens relacionadas com essa outra coisa. De momento não estou obcecada com nenhuma epoca artistica preferia se calhar só mesmo um pouco o renascimento e os quadros relacionados com Deus ou Jesus. Acho que em termos de artista acho que podia dizer a Frida Kahlo, identifico-me muito com ela em alguns aspectos e apesar de muitas das suas pinturas retratarem sofrimento sinto sempre “calor”.

Qual è a tua relaçao entre o teu corpo e a tua arte?

Não sei bem como responder a esta pergunta mas diria que gosto do corpo em geral, principalmente da mulher, por causa das suas curvas e a beleza em si que o corpo tem. Maior parte do meu trabalho é emocional e relacionado com pessoas ou acontecimentos.

O que achas que uma pessoa consegue ver da tua idea inicial?

Existem pessoas que conseguem ver a minha ideia inicial e ainda mais do que eu própria conseguia ver, até a pessoa dizer-me, e existem pessoas que interpretam mal, ou vêem as coisas de uma forma que eu nunca quis que assim fosse. Mas as interpretações derivam de pessoa para pessoa.

Quais sao as tuas inspiraçoes para as tuas obras? Gostas dos artistas portugueses? És nacionalista?

Não conheço muitos artistas portugueses, alguns gosto de algumas obras, outros adoro as suas obras, mas no geral não conheço muitos artistas nesta area que me deixem de boca aberta, os poucos que já vi normalmente são beginners, são muito poucos aqueles que já são profissionais ou que estão a chegar lá e que me deixam de boca aberta. Eu não sou muito de politicas o que é nacional é bom claro, principalmente se tiver qualidade. Eu inspiro-me em várias coisas, principalmente em situações do dia-a-dia, outras vezes existe inspiro-me nalguns estilos de arte ou existem alguns artistas que me deixam sempre de boca aberta ao ver as obras deles, mesmo que eu já tenha visto anteriormente, não me canso de olhar.

Viajas muito?

Este ano tenho viajado com mais frequência, normalmente recusava-me, mas estou a tentar viajar com mais frequência e espero que quando tenha a carta possa viajar regularmente. Das vezes que tenho viajado tenho ido sempre para o mesmo sitio, vou visitar a minha irmã e aproveito e tiro algumas fotos a uma das minhas modelos.

Gostas comer e beber, e dormir? (Os prazeres dos mediterraneos)

Hm gosto, acho que todos nós gostamos :P, tenho um gosto em especial por dormir, porque gosto de descansar, antes não gostava tanto mas enquanto estava a fazer o ultimo ano do secundário sentia sempre uma grande necessidade de dormir, então agora é como se fosse de certa forma sagrado o dormir e o descanso em si. Não sou uma pessoa virada para as bebidas alcoolicas, muitos dos meus amigos são bastante mas eu nunca foi uma coisa que me atraiu muito e comer… todos gostamos e devo dizer que enquanto estive em Itália comi bastante bem! 😉

O que é a beleza para ti? O teu modelo de beleza?

A beleza pode ser um pouco relativa, normalmente em relação a fotos que vejo de nus sou muito esquisita, existem certas fotos que adoro e acho que estão fantásticas mas existem muitas fotos de nus que acho que estão feias e que não valorizam tão bem o corpo da mulher. Acho que das obras que publiquei não existe uma que eu possa dizer especificamente que é um exemplo de beleza para mim em relação ao corpo da mulher. Mas suponho que “my heart missed a beat”, “medos e choros” e se calhar a “aikomilky” mostra um pouco disso, em relação ao corpo nu e em relação ao corpo não nu. Sobre a imagem “pOp”, suponho que ela expressa tristeza, sempre considerei a casa de banho um espaço bastante privado assim como a banheira, porque é onde estou em contacto com a água. Existiam alturas em que eu enchia a banheira e ficava durante um bocado debaixo de água a pensar em vários acontecimentos recentes, de certa forma fazia-me sentir melhor e mais calma, sempre me senti melhor debaixo de água porque foi sempre como se fosse se eu estivesse completamente sozinha, longe de tudo e todos e onde eu pudesse ‘renascer’. Acho que esta imagem pode ter várias interpretações, eu própria ainda não consigo entender bem o significado dela, mas sei que um dia vou senti-la de outra forma e é uma das minhas imagens preferidas.

Invia un commento